Comprar imóvel em leilão para investimento é rentável?

Com o avanço tecnológico e em decorrência de algumas alterações jurídicas, o uso de leilão para venda de bens alvo de litígios judiciais é crescente.

Outrossim, pelos valores, que normalmente são abaixo do mercado, muitas pessoas consideram que a aquisição de imóvel praceado pode ser economicamente rentável, o que não podemos negar.

Entretanto, em que pese o leilão ser uma forma segura para aquisição do bem (veja aqui), é aconselhável que o interessado tenha conhecimento jurídico e operacional do ato ou contrate profissional de sua confiança para assessorar na compra, pois, em alguns casos, após a realização da compra pode ser necessária algumas medidas judicias para obter efetivamente a posse do imóvel, apresentar defesas em recursos que poderão ser interpostos, além de avaliar a parte documental que antecede a compra.

E a cautela deve ser maior para àquelas pessoas que possuem interesse em adquirir imóvel em leilão e rapidamente ocupar o bem e fazem uso de boa parte da sua reserva financeira para compra. Isso porque, em caso da interposição de recurso pela parte que se sentir prejudicada e em decorrência de algumas situações burocráticas, a efetiva posse pode se prolongar por alguns meses, tanto que, em casos extremos, o comprador poderá até desistir da compra e em razão de prazos legais e dos procedimentos cartorários, um simples ato pode perdurar por longos dias ou até meses.

Assim, mesmo que, em tese, a compra de imóvel por intermédio de leilão possa refletir em economia financeira, o interessado precisa estar ciente das intercorrências processuais e burocráticas que poderão frustrar a arrematação ou tornar a posse extremamente morosa.

Dessa forma, até porque a aquisição de imóvel por intermédio de leilão envolve quantia expressiva, é prudente que o interessado tenha uma analise jurídica sobre os lotes que possui interesse.

Em outra esfera, àquele que almejar comprar imóvel em leilão para revenda futura é prudente que faça uma análise mais profunda de fluxo de caixa, período em que o capital ficará imobilizado e outras situações, porém, desde que bem avaliadas, o negócio pode ser lucrativo.

Participe, envie suas dúvidas e/ou sugestões.

Anúncios

Sobre Alexandre Berthe Pinto

Alexandre Berthe Pinto – É advogado, Membro da Comissão de Direito Condominial da OAB/SP 2017/2018, atua nas áreas de Direito Bancário, Consumidor, Condominial, Saúde, Imobiliário, Responsabilidade Civil e Indenizatória, Família e Sucessões e Contencioso Civil. Inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil Secção de São Paulo, membro da Associação dos Advogados de São Paulo, cursou Pós Graduação em Direito das Famílias e das Sucessões (EPD) e Pós Graduando em Direito Aplicado aos Serviços de Saúde. Responsável pelo conteúdo dos blogs: www.radioterapiaimrt.com, www.problemasnocondominio.com, www.dividadecondominio.com.br www.fraudebancaria.com,e outros.* Contato: Comercial: +55 11 5093-2572 - E-mail: alexandre@alexandreberthe.com.br Skype: alexandre.berthe - WhatsApp: +55 11 94335-8334 Imprensa: +55 11 98238-8231

Publicado em 21 de outubro de 2013, em Cuidados ao comprar, Pagamento e financiamento, Problemas com imóvel, Problemas com imóvel, Respostas e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Dúvidas e Sugestões

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: